10 de set de 2015

Prazer, eu sou o seu sintoma!

O texto abaixo expressa como lidamos com os sintomas que o corpo nos apresenta como alerta. Infelizmente, na maioria das vezes, por medo, queremos logo mascarar esses sintomas, ao invés de entrar em contato com eles, e buscar lá dentro, numa conversa íntima com nós mesmos o que eles querem nos mostrar.

Não ignore. Não mascare.
Converse com seu sintoma, aprenda a se ouvir. Ame-se. A intimidade começa aqui dentro de nosso corpo, nosso templo.

Boa leitura! Boa conversa com seu sintoma!

Ursula Jahara

------------------

"Olá, tenho muitos nomes: dor de joelho, abscesso, dor de estômago, reumatismo, asma, mucosidade, gripe, dor nas costas, ciática, câncer, depressão, enxaqueca, tosse, dor de garganta, insuficiência renal, diabetes, hemorroidas e a lista continua. Ofereci-me como voluntário para o pior trabalho: ser o portador de notícias pouco agradáveis para você.

Você não entende, ninguém me compreende. Você acha que eu quero lhe incomodar, estragar os seus planos de vida, todo mundo pensa que desejo atrapalhar, fazer o mal, limitar vocês. E não é assim, isso seria um absurdo. Eu o sintoma, simplesmente estou tentando lhe falar numa linguagem que você entenda.

Vamos ver, me diga alguma coisa. Você negociaria com terroristas, batendo na porta com uma flor na mão e vestindo uma camiseta com o símbolo da “paz” impresso nas costas? Não, certo?
Então, por que você não entende que eu, o sintoma não posso ser “sutil” e “levinho” quando preciso lhe passar uma mensagem. Me bate, me odeia, reclama de mim para todas as pessoas, reclama de minha presença no seu corpo mas, não pára um minuto para pensar e raciocinar e tentar compreender o motivo de minha presença no seu corpo.

Apenas escuto você dizer: “Cala-te”, “vá embora”, “te odeio”, “maldita a hora que apareces-te”, e muitas frases que me tornam impotente para lhe fazer entender mas, devo me manter firme e constante, porque devo lhe fazer entender a mensagem.

O que você faz? Manda-me dormir com remédios. Manda-me calar com sedativos, me suplica para desaparecer com anti-inflamatórios, quer me apagar com quimioterapia. Tenta dia após dia, me calar. E me surpreendo de ver que às vezes, até prefere consultar bruxas e adivinhos para de forma “mágica” me fazer sumir do seu corpo.

A minha única intenção é lhe passar uma mensagem, mesmo assim, você me ignora totalmente.
Imagine que sou a sirene do Titanic, aquela que tenta de mil maneiras avisar que tem um iceberg na frente e você vai bater com ele e afundar. Toco e toco durante horas, semanas, meses, durante anos, tentando salvar sua vida, e você reclama que não deixo você dormir, que não deixo você caminhar, que não deixo você trabalhar, ainda assim continua sem me ouvir…

Está compreendendo?
Para você, eu o sintoma, sou “A doença”.
Que absurdo! Não confunda as coisas.
Aí você vai ao médico e paga por tantas consultas.
Gasta um dinheiro que não tem em medicamentos e só para me calar.
Eu não sou a doença, sou o sintoma.
Por que me cala, quando sou o único alarme que está tentando lhe salvar?

A doença “é você”, é “o seu estilo de vida”, são “as suas emoções contidas”, isso que é a doença e nenhum médico aqui no planeta terra sabe como as combater, a única coisa que eles fazem é me atacar, ou seja, combater o sintoma, me calar, me silenciar, me fazer desaparecer. Tornar-me invisível para você não me enxergar.

É bom se você se sentir incomodado por estar lendo isso, deve ser algo assim como um “golpe na sua inteligência”. Está certo se estiver se sentindo frustrado, mas eu posso conduzir o teu processo muito bem e o entendo. De fato, isso faz parte do meu trabalho, não precisa se preocupar. A boa notícia é que depende de você não precisar mais de mim, depende totalmente de você analisar o que tento lhe dizer, o que tento prevenir.

Quando eu, “o sintoma” apareço na sua vida, não é para lhe cumprimentar, é para lhe avisar que uma emoção contida no seu corpo, deve ser analisada e resolvida para não ficar doente. Deveria se perguntar a si mesmo: “por que apareceu esse sintoma na minha vida”, “que pretende me alertar”? Por que está aparecendo esse sintoma agora? Que devo mudar em mim?

Se você deixar essas perguntas apenas para sua mente, as respostas não vão levar você além do que já vem acontecendo há anos. Deve perguntar também ao seu inconsciente, ao seu coração, às suas emoções.

Por favor, quando eu aparecer no seu corpo, antes de procurar um médico para me adormecer, analise o que tento lhe dizer, verdadeiramente, por uma vez na vida, gostaria que o meu excelente trabalho fosse reconhecido e, quanto mais rápido tomar consciência do porquê do aparecimento no seu corpo, mais rápido irei embora.

Aos poucos descobrirá que quanto melhor analisar, menos lhe visitarei. Garanto a você que chegará o dia que não me verá nem me sentirá mais. Conforme atingir esse equilíbrio e perfeição como “analisador” de sua vida, de suas emoções, de suas reações, de sua coerência, não precisará mais consultar um médico ou comprar remédios.

Por favor, me deixe sem trabalho.
Ou você acha que eu gosto do que eu faço?
Convido você para refletir sobre o motivo de minha visita, cada vez que eu apareça.
Deixe de me mostrar para os seus amigos e sua família como se eu fosse um troféu.
Estou farto que você diga:
“Então, continuo com diabetes, sou diabético”.
“Não suporto mais a dor no joelho, não consigo caminhar”.
“Aqui estou eu, sempre com enxaqueca”.
Você acha que eu sou um tesouro do qual não pretende se desapegar jamais.
Meu trabalho é vergonhoso e você deveria sentir vergonha de tanto me elogiar na frente dos outros. Toda vez que isso acontece você na verdade, está dizendo: “Olhem que fraco sou, não consigo analisar, nem compreender o meu próprio corpo, as minhas emoções, não vivo coerentemente, reparem, reparem!”.

Por favor, tome consciência, reflita e aja.
Quanto antes o fizer, mais cedo partirei de sua vida!

Atenciosamente,
O sintoma.”

Autor desconhecido

1 de set de 2015

Óleo de Coco X óleos canola / soja - Programa "Bem Estar" gerando 'mau estar'

E no programa "Bem Estar" (18/08/2015) a reportagem que gerou 'mau estar' ao escutar e ver a nutricionista promovendo óleo Canola e óleo de soja - altamente processados, refinados, de procedência transgênica, embalados e armazenados em plástico de péssima qualidade, e ofertados a população em geral para utilização indiscriminada dos mesmos. Convenhamos. A utilização do óleo de coco - cegamente retirada do programa - não chega aos pés e nunca chegará aos pés da utilização atual desses outros óleos de baixa categoria, e que sim, são encontrados diariamente - e de certa forma em excesso - na alimentação do povo brasileiro. É no bolo, na tortinha, no pastelzinho, é no refogado, é no arroz, é na farofa, e assim por diante. Triste realidade que vem se acumulando em nossas células.

Abaixo três postagens que publicamos - com vídeos - em uma de nossas páginas no Facebook - https://www.facebook.com/alimentacaoviva

Em algum momento da história, a manipulação da ganância afirmou em rede nacional com suas inúmeras propagandas que o cigarro não fazia mal - tudo em nome do dinheiro, em nome do poder. Hoje já se é sabido e estampado em suas caixinhas, os inúmeros malefícios que o cigarro faz, além de suas propagandas televisivas terem sido banidas. Na alimentação, infelizmente, muitos produtos comercializados hoje em dia fazem o mesmo papel triste que o cigarro, e em algum momento da história (que não demore muito mais) serão desmascarados e retirados das prateleiras.

Antena-se!

Brinde a vida com saúde!


A piada do ano foi ao ar ontem no programa Bem Estar da Rede `GROBO` de manipulação do povão! O dinheiro fala alto. Fiquem...
Posted by Alimentação Viva on Quarta, 19 de agosto de 2015


Óleo de Canola. Seguindo o pensamento da postagem anterior, só tenho algo a falar: retornem aos alimentos que vem da...

Posted by Alimentação Viva on Sexta, 21 de agosto de 2015


Para lembrarmos a diferença entre Oleo Canola X Oleo de Coco.31 de Agosto - Dia do Nutricionista!Boa noite!

Posted by Alimentação Viva on Segunda, 31 de agosto de 2015

21 de ago de 2015

Documentário: FED UP

É impressionante a quantidade de informação que temos hoje em dia por todos os lados - de documentários, do esforço para desmascarar tanta toxina que nos é basicamente empurrada goela abaixo através da industria alimentícia, mas mesmo assim, continuamos importando o lixo alimentício (a ideia) criado lá fora, tudo em nome da 'globalização', em nome do 'vamos lucrar', que vem das poucas 'grandes empresas' que governam esse planeta. É triste ver que estamos caminhando para o mesmo buraco egocêntrico e de doenças, que o único alvo é o $$, e não a saúde de uma população.

Busque saúde para o seu templo. Busque respostas. Busque opções. Busque alimento de verdade. Busque, e não tape com a peneira, porque ela é furada. Cuide-se.

O documentário por completo, e legendado, você encontra no Netflix - para quem tem, aproveite!
Em inglês, você encontra completo no YouTube.com - https://youtu.be/X_YxTgePIlY

Abaixo, o trailer legendado dá um gostinho 'amargo' dessa realidade que nos intoxica - como sociedade - diariamente.


24 de jun de 2015

Guacamole Wraps! Enroladinhos a base de abacate!



Um lanche matinal.

Guacamole Wraps!
Enroladinhos a base do nosso querido abacate!

Wrap:
Folhas de Couve Chinesa
(ou alface - diversas, ou outras folhagens. Gosto de utilizar folhas que não tem um sabor tão acentuado, não competindo com o recheio utilizado)

Guacamole:
1/2 abacate - amassado
1 tomate - em cubinhos
Coentro - folhas picadas (mais ou menos de acordo com seu paladar)
Limão - a temperar, sem exageiro
Sal - pitada, sem exageiro
Azeite - fio, a gosto

Misturar. Acrescentar na folha quantidade desejada. Enrolar. E saborear!

Com gostosura e carinho. Formas diferentes de utilizar os alimentos.

Divirta-se!

Criativa-se!

Saboreie a vida com amor!

Ursula Jahara

18 de jun de 2015

Creme VerdeManga

Revitalizando e desinflamando o corpo!

Nessa última semana, devido a uma infecção pós micro cirurgia para retirada de um dente - quarto molar - isso mesmo, dentinho após o ciso!! Passei por uma breve inflamação, que me rendeu febre, dores, e uma infecção no céu da boca. Isso mesmo! Bem, boca não é brincadeira, e febre associada a infecção também não - o corpo gritou com essa bactéria intrusa!
Já se foram alguns bons dias de antibiótico - coisa rara durante minha caminhada terrena, alguns dias de febre, sendo controlada por novalgina, e sem poder comer nada sólido. Então.... vamos a nosso creme clorofilado VerdeManga para ajudar o corpo a ficar bem com tanta informação que 'ajuda' por um lado, mas tem seus revertérios também.

A receita? Bata todos os ingredientes da foto com um pouco de água - ou mais ou menos dependendo da cremosidade que você deseja.

Brinde a vida com vida que vibra!

Ursula Jahara :)

16.06.2015


16 de jun de 2015

Observando a vida brotar

De uma foto postada anteriormente na nossa página do Facebook, surgiu a ideia de compartilhar imagens que mostram a vida brotando - seja ela vegetal ou animal, não importa - basta darmos o ambiente ideal para que isso aconteça. Não há distinção. Não há comparação nesse álbum. Apenas a reflexão e a observação sobre toda forma de vida que vibra ao nosso redor e dentro de nós.

Observe. Aprecie.

A vida brota. A vida vibra. Sem estagnação. Agradeça.


De uma foto postada anteriormente, surgiu a ideia de compartilhar imagens que mostram a vida brotando - seja ela vegetal...

23 de abr de 2015

"Food Revolution Day" - Jamie Oliver precisa da sua ajuda para lutar pela educação alimentar nas escolas!

Vamos assinar essa petição?
Faça parte dessa mudança tão necessária!
Jamie Oliver está fazendo um trabalho importantissimo de conscientização nas escolas ao redor do mundo.
"Na maioria dos países ao redor do mundo, doenças relacionadas a alimentação tem matado mais pessoas nos últimos tempos. E podemos prevenir que isso aconteça!
Estamos diante de uma epidemia global de obesidade: 42 milhões de crianças menores de 5 anos em todo o mundo estão acima do peso ou obesas. O resultado é que a próxima geração vai viver menos que os seus pais se não fizermos nada para mudar essas estatísticas terríveis."

Brinde a vida com saúde e amor!

Ursula Jahara :)

ALIMENTO EMOCIONAL. Como você anda se alimentando?

Clique na imagem
Alimento não é apenas ingerido em forma de comida. Alimento é tudo aquilo que vai constituir nosso templo, nosso corpo. Por isso antena-se ao alimento pensamento, alimento movimento, alimento emocional, alimento visual, alimento auditivo, alimento palpável, alimento olfato....

Para quem não conhece - Louise Hay é autora do livro 'Cure seu Corpo'.

Brinde a vida com saúde e com amor!!!



------------------------------
GRÁFICO DA DOR EMOCIONAL
Áreas da dor e prováveis causas:

> Pescoço: Inflexibilidade, recusa em ver outros lados da questão; teimosia.
> Ombros: Representa nossa habilidade em suportar experiências da vida de maneira alegre. Fazemos da vida um fardo através da atitude.
> Coluna: Representa suportar a vida.
> Superior: Falta de apoio emocional. Não se sentir amado ou reter amor.
> Meio: Culpa. Sentindo-se preso ao passado. “Saia das minhas costas”.
> Inferior: Medo de dinheiro. Falta de suporte financeiro.
> Cotovelos: Representa mudança de direção e aceitação de novas experiências.
> Punhos: Representa o movimento e a facilidade.
> Quadril: Medo de tomar decisões maiores. Nada o faz movimentar-se.
> Joelhos: Orgulho, teimosia e ego. Incapacidade de dobrar-se. Medo e inflexibilidade. Não deixar ir.
> Tornozelo: Inflexibilidade e culpa. Tornozelos representam a capacidade de receber prazer.
> Joanetes: Falta de alegria em viver experiências na vida.

Como funciona:

O que acontece em nosso corpo é reflexo do nosso mundo interno. É possível trazer à consciência e integrar a mente ao corpo quando se está atento à vida e presente em si mesmo. Sua mente e seu corpo estão conectados e fazem parte de um único sistema. Através de uma mente sã você gasta menos energia durante o dia e pode usar esta energia acumulada para construir a vida que ama. Encontre seu equilíbrio.

Outras ligações:

> Artrite: Não se sentir amado. Crítica e ressentimento.
> Fraturas: Rebelião contra autoridades.
> Bursite: Raiva reprimida.
> Inflamações: Medo. Pensamento negativo.
> Dor na articulações: Representa mudanças na direção da vida e a facilidade desses movimentos.
> Perda de peso: Pensamento disperso, não está centrado.
> Dor ciática: Sendo hipócrita, medo do dinheiro ou do futuro.
> Hérnica de disco: Indecisão, sentindo falta de apoio.
> Torção: Não quer se mover em uma determinada direção da vida. Raiva e resistência.
> Fraqueza: Necessidade de um descanso mental.

31 de mar de 2015

Alimentos industrializados provocam doenças

Porque hoje amanheci pensando nos caminhos por onde percorri até hoje - as vezes me desvirtuando, porque sim, sou humana, e não trilho uma linha reta.

Aceitamos o que nos é imposto diariamente por quase uma hipnose, e esquecemos de questionar, ou de mudar de rumo simplesmente por desacreditar em nosso poder pessoal, nessa nossa estrutura tão sábia que somos. Penso no desequilibrio ocorrido na estrutura corporal de minha mãe, penso desequilíbrio ocorrido nos ultimos dias de minha avó, e de tantas outras pessoas. E hoje, abri esse vídeo do Dr. Lair Ribeiro, que me fez reconectar com um trabalho que venho desenvolvendo - mas dei uma pausa, o MisturaViva.com (www.misturaviva.com). Buscar o caminho da saúde integral é algo que me fascina, porque como diz Dr. Lair Ribeiro nesse breve vídeo, ninguém quer morrer sem escutar, sem enxergar, usando fralda, sem lembrar o nome do filho. E acrescento - ninguém quer morrer entubado, sedado, medicado até que sua urina seja o reflexo de tanta toxina injetada em sua corrente sanguínea. Que a medicina realmente seja preventiva, que a medicina promova a saúde na sua mais integra definição e não apenas com medicamentos.
- sa.ú.de
sf (lat salute) 1 Bom estado do organismo, cujas funções fisiológicas se vão fazendo regularmente e sem estorvos de qualquer espécie. 2 Qualidade do que é sadio ou são. 3 Vigor. 4 Força, robustez. 5 Disposição física, estado das funções orgânicas do indivíduo. 6 Disposição ou estado moral do indivíduo.
Fica abaixo o vídeo do Dr. Lair Ribeiro, como inspiração para uma mudança que pode ser iniciada hoje, agora.

Um brinde a vida, com saúde!

Ursula Jahara :)

27 de mar de 2015

Aulas de Ashtanga Yoga com Ursula Jahara

Aulas de Ashtanga Yoga com Ursula Jahara no Largo do Machado, Rio de Janeiro.

As aulas são em grupo, mas conduzidas individualmente - respeitando seu caminhar, sua respiração, seu corpo.

Movimento e respiração. Respeito e não violência consigo mesmo. Confiança e aceitação.

Mais informações sobre a prática, CLIQUE AQUI


Clique na imagem para tamanho real.




Alimento sensorial

Após aula de Ashtanga Yoga nessa manhã de 6a feira, ativar a amorosidade artística antes de se alimentar já é por si só um saboroso alimento sensorial - colorido, cheiroso, criativo, delicado, saboroso, amor em forma de comida.

Nessa breve Mistura Viva - pera, maça, manga palmer, abacate, semente de chia, cacau cru em pedacinhos e gengibre se entrelaçam de forma brincalhona, prontos para nutrir-hidratar esse corpo de forma carinhosa.

Criative-se!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...