15 de mar de 2010

Calorias cheias x Calorias vazias

Por Ursula Jahara 

Receios, muitos receios na hora de ingerir um alimento que é dito como hiper calórico. A paranóia começa na mesa de casa, e se extende ao consultório do nutricionista. Esquecemos de questionar ao certo o que comer, o que são calorias e quais calorias é que deveriamos estar deixando de lado, afinal não podemos categorizar todos os alimentos como sendo necessários ou saudáveis ao nosso tão amado (assim deveria ser) corpo. E aí vem a questão. Mesmo que um alimento seja rico em calorias, não necessariamente ele irá contribuir para o acúmulo de gordurinhas extras no organismo, transferindo esse alimento para a 'lista' dos alimentos com 'calorias cheias'. Agora, aquele 'amiginho' com a mesma porcentagem de calorias, mas categorizado como alimento de 'calorias vazias', esse sim, poderá não apenas estar colaborando para adicinar uns quilinhos (ou quilões) a mais no corpo, como principalmente estará enviando informações não tão agradáveis ao organismo fazendo com que esse trabalhe mais do que o necessário na hora da digestão, assimilação e eliminação.

Então, como categorizamos os alimentos com calorias vazias e calorias cheias? Sejamos simples e diretos nesse tópico, mas vamos começar esse bate papo do início. O que é isso que chamam de 'calorias'? E por que criamos tanto 'medo' em relação a elas? Bem, se estivessemos em uma aula de quimica, a explicacao seria um tanto complexa, e provavelmente não iriamos compreender de primeira as medidas de energia que estão por trás dessa palavra 'calorias'. Logo, vamos simplificar para:
* Calorias = medida que resume a quantidade de energia (calor) que X alimento fornece para nosso corpo após sua digestão e metabolização. Energia essa que será utilizada pelo corpo para todas as suas funções, até mesmo na hora de dormir.
Respondendo a segunda pergunta, eu diria que criamos 'medo' com tudo aquilo que desconhecemos. E como desconhecemos como realmente uma caloria é utilizada por nosso corpo, então questionamos quantas calorias determinado alimento tem. E não devemos esquecer, esse medo é propagado pelos amantes de 'dietas', e principalmente por empresas que embalam seus alimentos.

Pronto, acho que agora podemos falar mais sobre a diferença entre caloria cheia e caloria vazia que utilizei aqui para diferenciar a caloria cheia da caloria vazia. Existe, nitidamente, a necessidade de começarmos a questionar não sobre a quantidade de calorias ingeridas, mas a qualidade dos alimentos de onde essas calorias chegaram ao nosso corpo. Fico um tanto impressionada com afirmações de pessoas que dizem que bananas tem muitas calorias e engordam, e ao mesmo tempo estão nas prateleiras comprando biscoitos, bolos, pães light ou diet. Temos que aprender a diferenciar a qualidade dos alimentos, a procedência, se contem conservantes, corantes e sabores quimicamente produzidos; temos que compreender que um alimento industrializado, que contem substâncias químicas e ingredientes altamente refinados - como farinhas e açúcar (sem benefícios nutritivos algum) não podem ser igualados ou até mesmo comparados a alimentos 'in natura' (sem serem processados por nós) . Alimentos estes com calorias cheias, de vitamias, minerais, carboidratos, fibras e gorduras boas.

Os alimentos com calorias vazias - deficientes de nutrientes 'in natura' - roubam energia do organismo, enquanto podem dar de presente aqueles quilinhos a mais; os alimentos com calorias cheias - desses nutrientes - reconstroem nosso corpo, repõem as energias perdidas diariamente.

Por isso a grande importância de darmos ênfase ao alimento natural (frutas e vegetais,  castanhas / nozes / sementes - cruas ou hidratadas / germinadas), cheio de vitalidade, rico em enzimas, de água, nutrientes, fibras, energia viva - que é digerido, assimilado, repõe e reconstroe, e que colabora com a eliminação diária - a faxina interna - importante para um corpo em equilíbrio.

Energia viva é necessária para um corpo vivo. Não tenha medo de se alimentar balanceada e saudavelmente bem, e claro, não se esqueça de movimentar seu corpo para que todas as funções que ele exerce - voluntária e involuntariamente - possam estar ativas e a seu favor.

Um brinde a vida!  Um brinde a Mãe Terra por sua abundância de alimentos coloridos, com texturas diversas, sabores únicos, cheiros e tamanhos diferenciados, onde podemos encontrar tudo aquilo de que nosso corpo necessita para um funcionamento harmonioso.

Saúde!

>> Não existem calorias boas ou ruins, a caloria é a energia que fornecemos ao organismo, a partir da ingestão dos alimentos. Os alimentos que ingerimos é que podem ser considerados `bons´ ou `ruins´. Por exemplo, consumir 50 calorias a partir de uma fruta é diferente de ingerir 50 calorias a partir de um doce. As calorias fornecidas serão as mesmas, porém, os nutrientes presentes nos alimentos consumidos serão diferentes.

2 comentários:

  1. Eliane Scarlate02:27

    Mensagem via email:

    Boa noite Ursula gosto do site e quero iniciar logo a me alimentar assim só que trabalho fora e como num restaurante natural, ainda como carne branca mas a vermelha já me da nojo, tenho livro do Dourtor Alberto mas achei a linguagem complicada para mim, conhece alguem em Santos minha cidade ou proxima para que eu possa aprender mais e ter disposição, energia, ajudar o planeta tenho 50 anos e 1,60 mas não quero emagrecer quero me sentir viva pode em ajudar

    --
    ELIANE

    ResponderExcluir
  2. Olá, ótima iniciativa!
    Participe e ajude a divulgar nossa promoção do www.dicasdenutricao.com

    Obrigada e boa semana!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...